joana vasconcelos

Joana Vasconcelos nasceu em Paris, em 1971. Vive e trabalha em Lisboa.

A natureza do processo criativo de Joana Vasconcelos assenta na apropriação, descontextualização e subversão de objectos pré-existentes e realidades do quotidiano. Partindo de engenhosas operações de deslocação, reminiscência do ready-made e das gramáticas nouveau réaliste e pop, a artista oferece-nos uma visão cúmplice, mas simultaneamente crítica da sociedade contemporânea e dos vários aspectos que servem os enunciados de identidade colectiva, em especial aqueles que dizem respeito ao estatuto da mulher, diferenciação classista, ou identidade nacional. Recebeu, em 2006, o prémio The Winner Takes It All, da Fundação Berardo, com a obra “Néctar”, actualmente instalada no Museu Colecção Berardo, Lisboa; em 2003, foi-lhe atribuído o prémio Fundo Tabaqueira Arte Pública para o seu projecto de intervenção no Largo da Academia das Belas Artes, em Lisboa; e, em 2000, venceu o Prémio EDP Novos Artistas.

As intervenções no domínio de arte pública assumem especial relevância no trabalho da artista, destacando-se os projectos: Portugal a Banhos, Doca de Santo Amaro, Lisboa (2010); La Théière, Le Royal Monceau, Paris (2010); Sr. Vinho, Mercado Municipal de Torres Vedras, Torres Vedras (2010); Jardim Bordallo Pinheiro, Jardim do Museu da Cidade, Lisboa (2009); Varina, Ponte D. Luís I, Porto (2008); A Jóia do Tejo, Torre de Belém, Lisboa (2008).

Expõe regularmente em Portugal e no estrangeiro desde 1994. Das suas exposições, destacam-se: “Versailles”, Palácio de Versalhes, Paris (2012); Il Mondo Vi Appartiene, Palazzo Grassi, Veneza (2011); Magic Kingdom, Kunsthallen Brandts, Odense (2011); I Will Survive, Haunch of Venison, Londres (2010); Sem Rede, Museu Colecção Berardo, Lisboa (2010); Mi Vida. From Heaven to Hell - Life Experiences in Art from MUSAC Collection, Mücsarnok Kunsthalle, Budapeste (2009); Un Certain Etat du Monde? A Selection of Works From François Pinault Foundation, Garage Centre for Contemporary Culture, Moscovo (2009); Contaminação, Projecto Octógono de Arte Contemporânea, Pinacoteca do Estado, São Paulo (2008); Où le Noir Est Couleur, Galerie Nathalie Obadia, Paris (2008); L’Argent, Le Plateau, Paris (2008); Joana Vasconcelos, The New Art Gallery, Walsall (2007); Yellow Brick Road, Palazzo Nani Bernardo Lucheschi, Veneza (2007); Modern Mahrem, Santralistanbul, Istambul (2007); Espais Oberts, Caixa Fórum, Fundación La Caixa, Barcelona (2006); Venice – Istanbul, Istanbul Modern, Istambul (2006); Echigo-Tsumari Art Triennial, Tokamachi (2006); Always a Little Further – La Bienalle di Venezia, Arsenale, Venezia (2005); L’Idiotie - Expérience Pommery #2, Pommery, Reims (2005); Emergencias, MUSAC- Museo de Arte Contemporáneo de Castilla y León, León (2005); Joana Vasconcelos, Casa Triângulo, São Paulo (2004); Portugal - 30...