castelo

PEDRO CABRITA REIS – Lisboa, 1956
Vive e trabalha em Lisboa

“Castelo” 2012
Granito amarelo, 300x180x180cm

O artista trabalha temas e formas que ocupam e conquistam o espaço como arquitecturas, mesmo quando boicotam as fórmulas tradicionais da construção e do uso da arquitectura. Neste caso, estamos perante um modelo de edifício ou um exemplo de monumento, uma citação arcaica da ideia de torre e castelo ou um modelo e marco memorial. A pedra granítica evoca o tempo longo da história (que perto, o castelo de Almourol concretiza), ao mesmo tempo que o encastrado das pedras permite a entrada dinâmica da luz solar registando nas superfícies as diferenças de cada instante do dia.